sábado, 8 de março de 2008

PELA VALORIZAÇÃO DA MULHER BRASILEIRA- algumas histórias

Olá,
hoje é dia da mulher e conforme combinamos é dia de blogagem coletiva.
Para valorizar uma coisa é preciso CONHECER, qtas mulheres brasileiras nós conhecemos que fizeram algo pelo Brasil, pelo mundo? Lembrou de pelo menos 3 nomes? Quem não lembrou não tem problema, pois ai vão 3 nomes de peso.Cada uma de um Estado do Brasil.

1.Chiquinha Gonzaga

2.Nise da Silveira

3.Pagu

Francisca Edwiges Neves Gonzaga, mais conhecida como Chiquinha Gonzaga, (Nasceu no Rio de Janeiro, 17 de outubro de 1847 — e morreu no Rio de Janeiro, 28 de fevereiro de 1935) foi uma compositora e pianista brasileira.

Foi a primeira chorona,
primeira pianista de choro
e também a primeira mulher a reger uma orquestra no Brasil.
Ao todo, compôs músicas para 77 peças teatrais, tendo sido autora de cerca de duas mil composições.
Chiquinha participou ainda, ativamente, da campanha abolicionista e foi fundadora da Sociedade Brasileira de Autores Teatrais.
Filha de uma mulher pobre e mulata,e de um militar de carreira promissora, oriundo de família abastada.Foi educada para casar e o fez,mas separou-se e pagou um preço alto.Mulher separar em pleno sec. XIX era um absurdo.
É autora de uma das músicas mais famosas do carnaval "O abre alas"
1913 - Deflagra campanha em defesa pelo direito autoral dos compositores e teatrólogos.Ela é a responsável pela lei dos direitos autorais.
1935 - Morre no dia 28 de fevereiro.Dois dias depois realiza-se o primeiro concurso oficial das escolas de samba.

Bem hoje vou falar só de Chiquinha das outras falarei nas postagens seguintes e digo até breve inspirada em Chiquinha
"Abram alas que as mulheres querem passar e deixar marcas de amor, paz, luta e justiça".
bjs. Simone

Música(composta em 1899, por Chiquinha)

Ó abre alas
Que eu quero passar
Ó abre alas
Que eu quero passar
Eu sou da Lira
E não posso negar
Rosa de Ouro
É que vai ganhar

p.s Caso queiram saber mais sobre esta espetacular mulher passem no www.chiquinhagonzaga.com
Postado por Simone corpomente e artes às 15:58 0 comentários

6 comentários:

Ssombra do Sol disse...

Bom dia, nossa blogosfera é boa devido a fatos assim, todos nós unidos com um só objetivo, proporcionando essa interação entre os blogueiros, e nos dando oportunidade de conhecer “casas” novas como é o seu caso. Parabéns pela criatividade. Muito obrigado por abraçar causa tão nobre e que tanto nos comove. Tenha um excelente fim de semana com muita paz, saúde e luz. Abraços fraternos.

» NaY « disse...

Sim!
Viva às mulheres brasileiras, que mesmo não sendo valorizadas como merecem, não desistem de buscar o que querem!
Xerinhus
=***

Scliar disse...

Simone, adorei você ter lembrado da Chiquinha Gonzaga, que foi uma mulher pra la à frente do seu tempo. Exemplo para todos, onntem, hoje e sempre. Um beijo grande. Ethel

Aninha Pontes disse...

São mulheres assim que todas nós devia se espelhar, não em mulheres objetos, que por falta de capacidade, de dignidade, de poder ser alguém, vende seu próprio corpo na primeira revista de circulação masculina para depois reclamar que é mal vista pelo mundo afora.
Um beijo menina.

Georgia disse...

Menina, é só orgulho essa mulher: Chiquinha Gonzaga. Sabe que eu pensei em escrever sobre ela e depois vi que nao teria tempo por causa do meu aniversário.

Querida vc é demais!!!

Beijao e desculpa nao ter vindo antes, tô correndo para colocar a leitura em dia.

Nyse Brito disse...

E viva a mulher!!
E viva a mulher brasileira dez vezes mais!! =)
Adorei as informações do post... muito que eu não sabia!
Um abraço!