domingo, 9 de março de 2008

PARTE 2-PELA VALORIZAÇÃO DA MULHER BRASILEIRA- algumas histórias

Nise da Silveira nasceu em Maceió, 15 de fevereiro de 1906, e morreu no Rio de Janeiro, 30 de outubro de 1999) foi uma renomada médica psiquiatra brasileira, aluna de Carl Jung.
Dedicou sua vida à psiquiatria e manifestou-se radicalmente contrária às formas agressivas de tratamento de sua época, tais como o confinamento em hospitais psiquiátricos, eletrochoque, insulinoterapia e lobotomia.
Cria um método de trabalho (Terapia Ocupacional)no qual utiliza das artes e o convivio com animais p tratar e readaptar os pcts psiquiatricos a sociedade.
Criou o MUSEU DO INCONSCIENTE e depois em 1956, Nise desenvolve outro projeto também revolucionário para sua época: cria a Casa das Palmeiras, uma clínica voltada à reabilitação de antigos pacientes de instituições psiquiátricas.
Através do conjunto de seu trabalho, Nise da Silveira introduziu e divulgou no Brasil a psicologia junguiana.
Sua pesquisa em terapia ocupacional e o entendimento do processo psiquiátrico através das imagens do inconsciente deram origem a diversas exibições, filmes, documentários, audiovisuais, cursos, simpósios, publicações e conferências. Foi agraciada com diversas condecorações, títulos e prêmios em diferentes áreas do conhecimento.
Seu trabalho e idéias inspiraram a criação de museus, centros culturais e instituições terapêuticas similares às que criou em diversos estados do Brasil e no exterior, por exemplo:

* o "Museu Bispo do Rosário", da Colônia Juliano Moreira (Rio de Janeiro)
* o "Centro de Estudos Nise da Silveira" (Juiz de Fora, Minas Gerais)
* o "Espaço Nise da Silveira" do Núcleo de Atenção Psico-Social (Recife)

Isso é que (foi), alás, é mulher, pois continua viva em suas obras.bjs. Simone.


MÚSICA DE RAUL SEIXAS

Enquanto você se esforça pra ser

Um sujeito normal e fazer tudo igual

Eu do meu lado aprendendo a ser louco

Um maluco total na loucura real

Controlando minha maluquez

Misturada com minha lucidez

Vou ficar, ficar com certeza maluco beleza

Vou ficar, ficar com certeza maluco beleza

E esse caminho que eu mesmo escolhi

É tão fácil seguir por não ter onde ir

Controlando minha maluquez

Misturada com minha lucidez

Vou ficar, ficar com certeza maluco beleza

Vou ficar, ficar com certeza maluco beleza

Vou ficar, ficar com certeza maluco beleza
Postado por Simone corpomente e artes às 17:09 0 comentários
Marcadores: inconsciente, mulher, nise da silveira

7 comentários:

Lulu on the Sky disse...

Quero agradecer sua visita ao meu blog, venha qdo quiser.
Big Beijos e parabéns pelo nosso dia.

Rosamaria disse...

Valeu, Simone! òtimos posts!
Bjim.

Georgia disse...

Si, coloquei a leitura por aqui em dia.

Você está arrazando com essas homenagens às mulheres brasileiras.

Beijao e boa semana

Rosamaria disse...

Simone
Vai lá em casa que tem tarefa pra ti. Se quiseres, claro!
Bjim.

Rosamaria disse...

Simone
Tu entendeste qual é a tarefa?
É dizer 12 palavras com significado pra ti. Qualquer coisa é só perguntar.
Bjim.

Scliar disse...

Simone, já vou repassar esta informação para o meu povo que traalha com arte terapia. Então foi ela que influenciou a criaçao do Museu do Bispo do Rosario? Demais. Bzus com copro, mente e mjuita arte!

frodo disse...

Oi, Si. Apesar de ter morado em Maceió por quatro anos, não conhecia a história de vida da Nise, ele é quase desconhecida em sua própria terra. Injusto e revoltante. Mas é Brasil...
Beijos!
PS: Raul Seixas frchou com chave de ouro a série.